Follow:
Nômades Digitais

5 tipos de trabalhos que vão lhe permitir ser um nômade digital

top
Blog Post:
Rafael Hickmann

Reviewed by:
Rating:
5
On November 25, 2016
Last modified:December 7, 2016

Summary:

Já faz 1 ano que eu saí do meu trabalho corporativo no Brasil para virar Nômade Digital e poder viajar o mundo trabalhando remotamente. Olhando para trás, exigiu muitas mudanças pessoais, muitas lágrimas e medos… mas agora? Não me arrependo!

Leia também Nômades Digitais – O Início

Um trabalho corporativo de 9 horas por dia e 5 dias por semana nunca chamou minha atenção, dificilmente conseguia me sentir completo e desafiado. Trabalhava porque precisava me sustentar – e o faria novamente se fosse necessário – mas acreditem quando eu digo que trabalhar remotamente é muito mais divertido!

Confesso que no início foi difícil aceitar que não era um fracasso sair aos 26 anos de um trabalho bem remunerado como Desenvolvedor Java Sênior. Aos poucos aquele ‘senso de insegurança’ foi passando e logo percebi que eu queria:

  1. Ter controle dos meus horários e trabalhar em algo que eu amasse
  2. Ganhar dinheiro com a minha empresa e não dar dinheiro para os donos das empresas se tornarem milionários
  3. Trabalhar com propósitos claros e não trabalhar por trabalhar ou achar desculpas para estar trabalhando

Isso aconteceu logo depois que a Maíra me apresentou o filme A vida Secreta de Walter Mitty  – Assistam! Não vão se arrepender! – que eu percebi que a vida poderia ser muito mais interessante se aproveitássemos as pequenas coisas.

O resumo é que: Você também pode fazer o mesmo.

E com a ajuda desse post eu irei mostrar para você alguns trabalhos que irão lhe proporcionar viajar o mundo enquanto trabalha remotamente, ou que irão apenas lhe dar um controle maior sobre sua vida.

#1 – Trabalhos para Nômades Digitais

Nômades Digitais que viajam trabalhando remotamente.

Ser nômade digital nada mais é do que usar a tecnologia que você tem disponível para gerir o seu negócio ou trabalhar remotamente e viajar enquanto vive – alguns diriam viver enquanto viaja –. Verdade seja dita: com um pouco de criatividade a maioria das profissões podem de alguma forma serem feitas através da internet.

Para mais informações você também pode ler nosso post Guia de Trabalhos Remotos

  • Empreendedor online

    • Este é nosso exemplo. Temos alguns negócios online que vão desde uma SoftHouse -(www.CTBROS.com) até uma agência de Social Media (www.AgenciaLebre.com.br). Um empreendedor online vai desde o dono de uma ‘drop shipping’ até o empresário que tem uma empresa física e opta por gerenciá-la de maneira remota. Você pode, por exemplo, vender itens no www.Ebay.com ou na www.Amazon.com ou trabalhar como freelancer.
  • Consultor ou Coaching

    • Se você é um profissional com bastante conhecimento na área que atua, pode trabalhar como consultor para empresas ou até mesmo para usuários finais. Pode também criar um curso online, dar assistência remota para empresas ou até mesmo dar palestras e workshops por onde viaja. Se quiser pode acessar sites como www.Udemy.com ou www.SkillShare.com e cadastrar seu curso recebendo um valor por alunos que ganhar.
  • Blogueiro (de viagens, lifestyle, moda, maquiagem…) e Vlogger (Youtuber)

    • Este pode ser um trabalho difícil de se iniciar, mas depois que você fica conhecido, as oportunidades que aparecem podem ser bastante atrativas financeiramente. Empresas pagarão para ter sua opinião sobre seus produtos/serviços ou você poderá ganhar bastante dinheiro com programa de afiliados e banners. Se você gostar de jogar pode transmitir seus jogos ao vivo em sites como www.Twitch.tv ou até mesmo no Youtube.

#2 – Professor e Tradutor

Em nosso post anterior sobre trabalhos remotos uma de nossas leitoras comentou que estava se formando em pedagogia e que provavelmente não iria conseguir trabalhar remotamente. Fizemos questão de colocar esta seção para você Samira Oliveira!

  • Professor de Inglês

    • Países que não tem o inglês como língua nativa podem ser interessantes para você que tem conhecimento de inglês e gostaria de morar em outro lugar. Nestes países existem vários cursos e escolas de inglês que aceitam professores estrangeiros, mesmo que você nunca tenha lecionado e não tenha bacharel em letras. Talvez as escolas lhe exijam alguma certificação como TOEFL ou IELTS para terem certeza da sua proficiência, ou o TEFL – Para maiores informações www.TEFL.com – que é específico para professores. Se você não tem uma, não se preocupe, sempre poderá dar aulas particulares. Procure grupos no Facebook de pessoas que residam na cidade que você irá visitar e ofereça seu trabalho. Aposto pode ser um bom começo!

✪ DICA TRIP – Em uma busca rápida no google por ‘ESL Teacher’ – ESL significa English as a Second Language –  encontramos vários programas para quem quer virar professor de inglês. Existem programas pela América do Sul (www.VolunteerLatinamerica.com) Asia (www.ESLcafe.com) e Europa (www.GoAbroad.com/teach-abroad)



  • Professor Online

    • Existem muitas escolas onde pode-se trabalhar apenas tendo conexão com internet, uma webcam e um computador. Apesar de a maioria deles exigir experiência anterior, vale muito a pena tentar uma vaga.

✪ DICA TRIP – Alguns sites que você poderá trabalhar ensinando inglês de maneira remota são www.Tutor.com, www.Verbling.com e www.Lingoda.com. Existem até escolas brasileiras! Já ouviram falar da www.EscolaComAsas.com?

  • Tradutor

    • Este é autoexplicativo né? Se você é fluente em português e mais alguma língua conseguirá facilmente trabalhos de tradutor. Você pode criar um perfil pessoal em sites como www.Freelancer.com e começar a ganhar dinheiro de maneira remota.

#3 – Trabalhos ‘Au Pair’

Nômades Digitais que viajam trabalhando remotamente.

Se você gosta de lidar com crianças e idosos este tipo de trabalho talvez seja do seu interesse. ‘Au Pair’ em francês quer dizer ‘ao par’ ou ‘igual’, trata-se de trabalhos onde você basicamente vira um membro da família. A família lhe dará casa, comida e às vezes salário ou pagará seus estudos e em troca você trabalhará como acompanhante de um idoso ou cuidará de uma criança. Este tipo de trabalho é bastante comum principalmente no Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia e Austrália, onde é muito difícil e caro encontrar babás e enfermeiras que ofereçam este tipo de serviço de acompanhamento.

Infelizmente se você quiser ficar pouco tempo em uma cidade, este tipo de trabalho pode não ser a sua melhor opção. Por outro lado, se quiser tentar conseguir um visto permanente, talvez este seja uma porta de entrada para outro país.

✪ DICA TRIP – Para conseguir este tipo de trabalho você poderá ir em alguma agência de intercâmbio da sua cidade ou procurar por conta própria em alguns sites especializados como www.GreatAuPair.com, www.IAPA.org e www.AuPair.com.

#4 – Trabalhos Tradicionais

Estes dias eu estava conversando com meu Quiroprata sobre viagens e ele me comentou que gostava muito de viajar e que gostaria de viajar mais, porém se ele não trabalhasse 8h por dia e 5 dias por semana não teria fonte de renda, portanto ele tirava pequenas férias e voltava a sua rotina de trabalho. Quando perguntei se ele não poderia trabalhar em qualquer lugar do mundo como quiroprata, ele afirmou dizendo que poderia e que até tinha a licensa necessária para trabalhar em países difíceis de se conseguir, como no Estados Unidos. Na minha visão, a resposta estava mais perto do que ele imaginava. Quer melhor marketing do que dizer que atende um pouco nos Estados Unidos e o outro pouco no Brasil? Ou que ele viaja o mundo atendendo pessoas pelos quatro cantos? E porque não dar workshops disso? Afinal, ele é um profissional excelente e muito comunicativo.

Leia também nosso post sobre O que você faria da sua vida se o dinheiro não fosse o principal objetivo?

    • Artista de Rua

      • Se você é talentoso, não importa onde estiver se apresentando, conseguirá trabalhar. Em cidades como Nova York é bastante comum o número de artistas de rua. Provavelmente você já deve ter visto algum vídeo de pessoas super talentosas trabalhando como artista de rua em outros países. Eles ficam nos metrôs, nas ruas, praças… E fazem desses lugares o seu palco.
    • Artista (Da moda, Designer, Músico …)

      • Dependendo do quanto renomado você é como artista, muitas empresas adorariam tê-lo como cliente e pagariam por isso. Se você quiser chegar neste patamar, terá que investir em sua carreira. Youtube é uma porta de entrada para o mundo todo, pois pessoas de todos os países podem te assistir. Se você trabalha com algum tipo de arte que possa ser ensinada, faça tutoriais online ou/e crie cursos e workshops. Posso apostar que isso fará com que seu nome fique conhecido no mercado.




  • Tripulação de um Cruzeiro

    • Nesta categoria você pode ser desde um massoterapeuta até croupier de cassino! Os trabalhos em navios vão permitir que você viaje o mundo e lá dentro existem tantas possibilidades de emprego quanto existem em uma pequena cidade. Talvez o lado negativo – ou positivo – é que os contratos geralmente são de 3 a 6 meses, então você terá que ficar naquela tripulação durante este tempo. Se você quiser dar uma olhada em ofertas existentes acesse os sites www.AllCruiseJobs.com e  www.CruisesHipJob.com
  • Comissário de Bordo ou Piloto

    • O início destas carreiras pode ser bastante difícil e caro. No Brasil o curso de piloto é tratado como curso superior e as horas de vôo são caras a ponto de chegar ao valor de um carro popular – no total para conseguir tirar as certificações – , os cursos para virar comissário de bordo não chegam a esta exorbitante soma, mas não ficam para trás. Outro ponto é que no início você não irá conseguir barganhar rotas e destinos específicos, já que as melhores provavelmente já estarão preenchidas por empregados mais experientes. Nada que alguns anos de experiência não lhe permitam estar pela manhã no Brasil e a noite nos Estados Unidos, ou Canadá, ou Europa, ou onde seus pensamentos lhe guiarem.
  • Fotógrafo e Diagramador

    • Esta pode ser outra carreira difícil de iniciar. Neste mercado o investimento inicial pode ser bem caro, já que além do equipamento você precisará fazer cursos e sempre estar se atualizando sobre arte, tratamento de imagens e marketing. O legal é que todos esses cursos você encontra online, então poderá começar a aprender sobre em qualquer lugar do mundo, bem como vários nômades digitais fazem. Depois que conseguir ter um certo status nessa carreira, vender suas fotos e retratos não será tão difícil quanto parece. Para esta profissão – assim como artista, porque não deixa de ser uma arte – é válido a ideia de criar workshops, tutoriais e palestras. Você poderá vendê-los para cada destino que escolher conhecer.

#5 – Trabalhos ou Atividades não remuneradas (mas com acomodações e/ou alimentação)

Nômades Digitais que viajam trabalhando remotamente.

Estes trabalhos que serão citados não lhe darão remuneração monetária, mas poderão lhe proporcionar viajar e conhecer ótimos lugares.

  • Surfista de Sofá (CouchSurfing)

    • Para quem não conhece o termo Surfista de Sofá ou CouchSurfing, o termo significa nada mais é do que alguém que fica na casa de um desconhecido e dorme em seu sofá, cama, ou se tiver muita sorte em seu próprio quarto. Existem sites especializados hoje neste tipo de cliente, assim como um MercadoLivre, você poderá avaliar o seu host assim como será avaliado pelo mesmo. Alguns sites são o www.CouchSurfing.org o www.HomeStay.com e o www.StayDU.com
  • Trabalhar em Hostel

    • Muitos hostels aceitam que você faça pequenos trabalhos como limpeza, cozinha, atendimento… em troca de estadia e/ou alimentação. Quando for reservar sua estadia ou no local mesmo, consulte sobre essa possibilidade de pagamento. Se você quiser se prevenir existem sites especializados neste tipo de “troca” como o  www.HostelJobs.net e o www.HostelTravelJobs.com
  • Trabalhar em Fazendas Orgânicas

    • Existem várias fazendas orgânicas pelo mundo inteiro que aceitam o seu trabalho em troca de alimentação e estadia! Tem a www.WWOOF.net que trata-se da Federação Internacional de Fazendas Orgânicas e lá você poderá procurar nos países que lhe interessam este tipo de trabalho. O legal é que nas fazendas existem pessoas das mais variadas culturas trabalhando, assim você terá a oportunidade de conhecer não só a cultura do país que você irá, mas também as pessoas dos mais diferentes lugares do mundo.

Considerações Finais

Estes trabalhos que citei, são só alguns exemplos de muitos outros que podem entrar em cada uma das seções. Espero que este post ajude cada um a ver como é possível viver fora dos padrões e fazer parte do mundo dos nômades digitais. Também espero que inspire vocês a fazer aquilo que amam ou que busquem a felicidade. Lembra do filme que citei? A vida secreta de Walter Mitty? Nada melhor do que terminar este post com o lema da revista que ele trabalhava.

“Para ver o mundo e as coisas perigosas que estão por vir,
Para ver além das paredes e chegar mais perto,
Para encontrar o outro e sentir.
Esse é o propósito da vida.”

Está programando sua viagem?

Então que tal ajudar o blog enquanto usa as mesmas ferramentas e serviços que nós usamos para nossas viagens? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão pela indicação! Olha que legal:

Reserve o seu hotel, busque um sofá ou fique em um resort tudo com a garantia do melhor preço em Booking.com

Compre um seguro de viagem com um dos melhores e mais conhecidos seguros para viajantes do mundo em WorldNomads.com

Ganhe R$100 de desconto na sua primeira viagem pelo AirBnb.com

Comentários

Comentários

Previous Post Next Post

12 Comments

  • Reply Amanda Moresco

    Com muito empenho e dedicação chegamos lá! O que não pode é desistir!

    November 26, 2016 at 1:58 pm
  • Reply Raquel oliveira

    Amei! Otimas dicas!

    November 27, 2016 at 6:01 pm
  • Reply Nathália Letícia Trindade

    Adorei as dicas, super gostei!

    December 7, 2016 at 3:43 pm
  • Reply liz

    Não é a toa que eu acho esses os trabalhos mais incríveis <3 que post lindo, gente! obrigadão por compartilharem isso! <3

    December 7, 2016 at 4:01 pm
  • Reply Jéssica

    Sabe, eu e meu marido estamos nessa fase de fazermos algo por nós e não pelas grandes corporações. Obrigada pelas dicas, principalmente a do filme. Já achei ele no Youtube e separei para vermos juntos.
    Beeijo
    dementelucidez.blogspot.com.br

    December 7, 2016 at 9:27 pm
  • Reply Ana Paula Xavier

    Opa, já tenho duas chances aí, como blogueira e como artista!
    Adorei o post, ainda não tinha pensado em viver a vida dessa forma!

    December 7, 2016 at 9:47 pm
  • Reply Lara Kneip

    Uaaau, que post incrível!!!! Eu sou do tipo de pessoa que eu nunca me vi trabalho em algo estático. Tenho muita vontade de construir minha vida fora do país…
    Eu já assisti o filme do Walter Mitty…filme lindo!!

    December 8, 2016 at 12:23 am
  • Reply Samira Oliveira

    Essas coisas são muito legais! Vi uma vez que voce falou que quem é formado em letras (ou algo assim) também poda trabalhar assim como tradutor ou revisor e eu realmente penso nisso, só nao sei se meu namorado daria certo (ele vai ser médico então não dá muito certo. E que legal esse de coachsurfing, deve ser bem legal ficar na casa das pessoas e conviver um tempo com elas né?

    December 28, 2016 at 11:35 am
  • Reply Entre Anas

    Eu falei lá na interação da fanpage e repito que adorei esse post! Salvei nos favoritos <3 É algo que me interesso muuuito!
    E amei isso de trabalhar em fazendas orgânicas, já vou procurar direito haha

    December 28, 2016 at 4:46 pm
  • Reply Kamii

    Post maravilhoso, dá uma baita vontade e também um baita medo de tentar! Adorei as ideias, nunca nem pensei na maioria!

    December 29, 2016 at 5:17 pm
  • Reply Paola

    Simplesmente adorei! Eu sempre achei que a maioria das opções de trabalho na internet não eram pra mim.. mas to vendo que tem sim… Obrigada<3

    December 29, 2016 at 8:40 pm
  • Reply Bruna

    Já salvei o post para futuras referências, hehe. Muito bom! Achei bem legal que vocês trouxeram o WWOOF como opção. Estou há um tempo vendo sobre isso e provavelmente esse ano embarcarei na minha primeira aventura do tipo – mas com uma duração definida. Quero ter uma ideia melhor quanto a trabalho, já que eu só fiz intercâmbio pela faculdade (mas AMEI a experiência de morar fora do país). Quem sabe um dia me arrisco?! Hehehe.
    Beijos!

    January 13, 2017 at 9:10 pm
  • Leave a Reply